Aviso da final da UEFA Champions League de especialistas em cibersegurança

Não caia na armadilha assistindo o final

A final da UEFA Champions League entre Liverpool e Real Madrid será disputada no dia 28 de maio. Este é um grande evento com um grande público esperando por ele. De acordo com as estatísticas da UEFA, um total de 5,2 bilhões de pessoas assistiram aos jogos ao vivo em 2020 e as finais foram assistidas por 328 milhões de torcedores.

Observando que os golpistas também tentarão usá-lo como uma oportunidade para roubar dados pessoais e dinheiro valiosos, considerando o interesse em torno deste importante evento esportivo, pesquisadores da organização de segurança cibernética Kaspersky identificaram vários tipos de golpes para a Liga dos Campeões da UEFA.

SERVIÇOS DE MONITORAMENTO FALSO

Especialistas alertaram os torcedores que preferirão plataformas pagas para assistir à final entre os times de futebol Liverpool e Real Madrid no Stade de France, em Paris, no sábado, 28 de maio.

“Os golpistas também sabem disso e usam para criar plataformas falsas para falsificar identidades. Os especialistas da Kaspersky disseram que os fãs são obrigados a inserir suas informações pessoais e cartões bancários para se registrar nesses sites falsos.

BILHETES FINAIS FALSIFICADOS

Dada a popularidade da Liga dos Campeões e o número de seguidores em todo o mundo, poder comprar ingressos para a final também é emocionante. Mas não é possível que todos encontrem um ingresso. A capacidade de espectadores do estádio Stade de France, que sediará a final, é limitada a 80.000.

De acordo com as conclusões, devido à cota limitada em relação ao número de torcedores de futebol, os fraudadores também tentam prender aqueles que não conseguem encontrar ingressos vendendo ingressos falsos.

De acordo com as informações fornecidas pelos pesquisadores, os preços dos ingressos falsos também são bastante caros, variando de £ 1.200 a £ 7.350. Para não cair nessa armadilha, os torcedores precisam estar extremamente atentos e examinar com atenção o local onde vão comprar os ingressos. A opção mais segura para não ser vítima de tal esquema é comprar os bilhetes nos sites oficiais da UEFA.

Olga Svistunova, analista da Web da Kaspersky, disse:

“Esses grandes eventos internacionais inevitavelmente atraem golpistas que se aproveitam da confiança e do entusiasmo das pessoas. Esses golpes podem assumir muitas formas, desde a venda de ingressos falsos até a doação de instituições de caridade falsas. Nesses casos, deve-se ter o máximo de cuidado possível e ofertas atraentes não devem ser devolvidas. Todos sabemos que essas coisas não vêm de graça.”

ATENÇÃO A ESSES

Para não ser vítima desse e de outros golpes semelhantes, os especialistas em segurança cibernética oferecem os seguintes conselhos:

– Verifique os links antes de clicar. Você pode passar o mouse sobre ele para visualizar o URL, ver erros de digitação ou outras irregularidades. O nome de usuário e a senha só devem ser inseridos em conexões seguras. O prefixo HTTPS deve ser pesquisado antes da URL do site, indicando que a conexão com o site é segura.

– Às vezes, e-mails e sites falsos parecem reais. Depende de quão bem os golpistas estudam sua lição. Em particular, os links provavelmente serão imprecisos e podem ser detectados por erros tipográficos. No entanto, esses links podem ser disfarçados para aparecer como links válidos e podem redirecionar para uma página diferente, representando o site legítimo.

– Para proteger dados e economias, certifique-se de que a página de pagamento online seja segura. A URL da página da Web deve começar com HTTPS em vez de HTTP normal. Um ícone de cadeado aparece ao lado do URL e a barra de endereço fica verde em alguns navegadores. Se esses sinais não forem vistos, não deve ser continuado.

– Deve ser usada uma solução de segurança que possa ajudar a controlar a segurança da URL visitada e impedir que dados confidenciais, incluindo informações financeiras, sejam roubados.

Leave a Comment