A proposta de lei ‘saco’ sobre a economia foi aprovada na Assembleia Geral da Grande Assembleia Nacional da Turquia e tornou-se lei (2)

As empresas que convertem suas moedas estrangeiras em seus balanços em liras turcas à taxa de conversão até o final de 2022 e as utilizam em contas de depósito e participação em liras turcas com vencimento de pelo menos 3 meses estarão isentas de imposto corporativo.

De acordo com a Lei de Alteração da Lei Bancária, Algumas Leis e o Decreto-Lei n.º 655, aprovado na Assembleia Geral, com a alteração feita na Lei do Imposto sobre as Sociedades, as moedas estrangeiras nos balanços das instituições com data de 31 de março de 2022 serão ser transferidos para contas de depósito e participação em liras turcas até ao final de 2022. Caso convertam o ativo em liras turcas em liras turcas à taxa de conversão no âmbito do apoio à taxa de conversão e utilizem o ativo em liras turcas assim obtido em turco contas de depósito e participação em lira com prazo mínimo de 3 meses, os juros e as participações nos lucros obtidos no final do vencimento, incluindo os decorrentes da avaliação de final de período das referidas contas. outros rendimentos estarão isentos de imposto sobre as sociedades. O Presidente estará autorizado a aplicar a isenção para moedas estrangeiras incluídas nos balanços de 30 de junho de 2022 ou 30 de setembro de 2022.

Assegura-se que o Turkish Wealth Fund (TVF) ou as filiais constituídas pelo Fundo e as sociedades por ele adquiridas mediante o pagamento do preço dos fundos sejam mantidos isentos da legislação e restrições aplicadas às sociedades de capitais públicos para não perderem valor e garantir que as empresas possam continuar com o setor privado de forma justa.

Dessa forma, as subempresas constituídas pela TWF ou as empresas adquiridas mediante pagamento do preço dos fundos não estarão sujeitas à legislação e às restrições aplicadas às empresas estatais.

As isenções e exceções previstas para as sociedades e subfundos a serem constituídos pela TWF também se aplicarão às sociedades e fundos constituídos antes da data de vigência deste artigo.

Devido às isenções e exceções previstas a essas empresas e fundos, nenhum pagamento retroativo ou reembolso será feito pelas administrações públicas.

Empresas para as quais a SDIF é nomeada fiduciária

Por lei, o Fundo de Seguro de Depósitos de Poupança (TMSF) poderá vender parcial ou totalmente os ativos sociais ou valores patrimoniais das empresas que tenha sido nomeado como fiduciário, ou decidir liquidá-lo por dissolução.

Nas sociedades em que as autoridades de trustees tenham sido transferidas para o SDIF ou o SDIF tenha sido nomeado trustee, pode ser decidida a constituição de uma nova sociedade com proposta do órgão de administração da sociedade e decisão do Conselho do Fundo, desde que os accionistas da sociedade são accionistas das sociedades a constituir na proporção da sua participação na sociedade. Nesse caso, não será solicitada a permissão e anuência dos acionistas da empresa para a constituição de uma nova empresa.

O capital da sociedade a constituir será coberto em dinheiro ou em espécie pela sociedade cujos poderes de fiduciário tenham sido transferidos para o SDIF ou pela qual o SDIF tenha sido nomeado fiduciário. As questões relativas à constituição de uma nova sociedade serão preparadas pelos órgãos de administração das sociedades e submetidas à aprovação do Conselho do Fundo. A fundação será estabelecida por decisão do Conselho do Fundo e todas as matérias sujeitas a registro serão registradas e anunciadas ex officio no registro de comércio competente, isentas de todos os tipos de impostos, taxas e taxas. Os procedimentos de estabelecimento a realizar de acordo com o regulamento serão implementados sem estarem sujeitos à legislação aplicável. Na empresa recém-criada, a autoridade de tutela será considerada como tendo sido transferida para o Fundo sem a necessidade de decisão judicial ou judicial.

Os poderes das assembleias gerais das empresas para as quais o SDIF atua como fiduciário podem ser exercidos pelo SDIF sem estarem sujeitos às disposições do Código Comercial turco. Neste contexto, caso seja deliberada a cisão de uma sociedade, o Fundo atribuirá um agente fiduciário a esta sociedade constituída através da cisão.

Aprovar o balanço e as contas de lucros e perdas do período anterior à nomeação do administrador fiduciário e absolver os conselhos de administração/gerência que exercem nestes períodos, independentemente dos seus estatutos, nas sociedades em que o fundo seja nomeado administrador fiduciário com a autoridade do órgão de administração ou com a autoridade do órgão de administração, sem estar vinculado pelos estatutos. No âmbito do respectivo artigo da lei, pode ser decidida a distribuição parcial ou total dos lucros, a partir do período seguinte ao período de actividade em que os fiduciários são atribuídos às sociedades, desde que tal não signifique que a sociedade seja uma pessoa colectiva entidade. O lucro decidiu ser distribuído; Os acionistas que não tenham sido condenados por serem membros ou afiliação ou afiliação a estruturas, formações ou grupos determinados a representar uma ameaça à segurança nacional ou organizações terroristas, serão pagos na proporção de suas ações. Participação nos lucros correspondente às ações daqueles cuja investigação ou processo está em curso; Até a finalização da decisão sobre a ausência de acusação, absolvição, ausência de punição, indeferimento ou arquivamento do processo, ela não será paga e será mantida nas contas do Fundo. A condição de não ser investigada, processada ou confiscada não será exigida para as ações negociadas em bolsa. A decisão de distribuição de lucros não significará a aprovação dos dados financeiros e tabelas do respectivo período de atividade. As questões relativas à distribuição serão determinadas pelo Conselho do Fundo.

Ao regulamento existente acrescem as “acções de participação em sociedade” no que respeita à dedução do valor a obter com a alienação das sociedades para as quais o Fundo tenha sido por lei nomeado administrador fiduciário, deduzidas as despesas de preparação para a alienação e demais despesas, em uma conta até a conclusão do processo.

Na venda de ações de sociedade, os custos relacionados com a venda, litígios ou custas judiciais não serão deduzidos da parte dos acionistas que não sejam afiliados ou afiliados a estruturas, formações ou grupos que sejam considerados uma ameaça à segurança nacional , ou organizações terroristas.

No caso de ser decidido vender os ativos da empresa por integridade comercial e econômica, o Conselho do Fundo considera dívidas passadas, sejam essas dívidas baseadas em bens ou serviços reais com pessoas que não são afiliadas, afiliadas ou afiliadas à FETÖ organização terrorista /PDY, e que a Lei Bancária prevê “Outras competências relativas à cobrança dos créditos do Fundo”. Desde que atenda às condições especificadas no artigo intitulado “, estará autorizada a pagar a partir do preço da proposta ou a fazer o comprador da proposta pagar.

O saldo da liquidação será registrado como receita ao Tesouro.

Em caso de confisco de empresa por crimes contra a segurança do Estado e financiamento do terrorismo, a decisão de confisco; esta empresa, as ações da sociedade e os valores dos ativos serão vendidos ou liquidados pela SDIF ou pela administração da empresa, o conselho de administração, os valores dos ativos pelo representante do administrador fiduciário com a aprovação do Ministério do Tesouro e Finanças.

Enquanto os credores têm a possibilidade de cobrar os seus créditos nas vendas realizadas antes da decisão de confisco, também é possível aos credores cobrar os seus créditos no âmbito da tabela de encomendas nas vendas efetuadas após a decisão de confisco.

A venda ou venda de integridade comercial e econômica da empresa, ações de sociedade ou valores patrimoniais para os quais a decisão de confisco foi tomada será feita no âmbito da disposição de transferência e liquidação da autoridade do administrador especificada na lei e nos poderes do SDIF relativamente a vendas e liquidação. A liquidação será completada pelas comissões de liquidação. O saldo da liquidação será registrado como receita ao Tesouro.

Se for decidido confiscar as ações da sociedade abaixo de 50 por cento, essas ações confiscadas serão colocadas à venda pelo SDIF. Caso a venda não se concretize apesar de ter sido colocada à venda pelo menos duas vezes, as ações da sociedade podem ser transferidas para a empresa relevante contra o preço e o custo das ações será pago pela empresa ao Tesouro. Se for decidido um aumento de capital após a decisão de confisco, esse aumento estará sujeito à aprovação do Ministério do Tesouro e Finanças.

Projetos de metrô

Os valores gastos do orçamento do governo central para projetos de metrô, cuja construção foi concluída e transferida para os municípios metropolitanos pelo Ministério dos Transportes e Infraestruturas, serão arrecadados até um máximo de 5 por cento das receitas fiscais do orçamento geral dos municípios.

Caso o projeto não seja uma continuação das linhas do sistema ferroviário urbano existente e possa ser operado de forma independente ou se o projeto atender ao transporte combinado; Exceto aqueles que entraram em serviço antes da data de vigência do artigo, o Presidente poderá decidir que o sistema ferroviário seja operado pelo ministério ou por suas instituições afiliadas, afins, vinculadas, subsidiárias ou subsidiárias dessas instituições, sem estar sujeito a a transferência de propriedade. Neste caso, não será feita qualquer dedução das quotas a atribuir às receitas fiscais do orçamento geral do município em causa.

A participação pública resultante das licenças transferidas para o Turkey Wealth Fund por um período de 49 anos com a Lei das Corridas de Cavalos e o Decreto-Lei da Loteria Nacional será registrada como receita pela empresa a ser estabelecida pela Turkey Wealth Fund ou o Turkey Wealth Fund até o final do período mencionado a partir da data de vigência do artigo.

Após a promulgação do regulamento na Assembleia Geral, foram realizadas discussões com a Assembleia de Exportadores da Turquia sobre a Lei sobre o Estabelecimento e Deveres das Associações de Exportadores e a Proposta de Lei sobre a Alteração de Certas Leis.

(Finalizado)

Leave a Comment