A “Lei das Bolsas” sobre a Economia foi aceita na Assembleia Geral da Grande Assembleia Nacional da Turquia

Na Assembleia Geral, as propostas para incluir as propostas do Partido IYI no “Sistema de Governo Presidencial”, os “políticos do HDP em julgamento” do HDP e a “bolsa de valores FETO” do CHP foram discutidas separadamente. As sugestões do grupo não foram acatadas na votação realizada após as reuniões. Depois, continuaram as negociações sobre a proposta de lei da “bolsa” sobre a economia.

De acordo com o regulamento adoptado e promulgado, será alargado o âmbito do seguro dos fundos de depósito e de participação.

O SDIF assegurará não só os valores dos depósitos e fundos de participação pertencentes a pessoas reais e não sujeitos a operações comerciais, mas também todos os depósitos comerciais e fundos de participação, excluindo os pertencentes a instituições oficiais, instituições de crédito e instituições financeiras. Assim, será alcançado o cumprimento dos critérios de seguro de depósito da UE.

A ordem de créditos ordinários e penhorados regulamentada na Lei de Falências e Falências será válida na liquidação da instituição de crédito para a qual não tenha sido proferida a decretação de falência ou que tenha entrado em liquidação voluntária.

Como os recursos do SDIF consistem na reserva de liquidação e na reserva de seguro de depósito, será feito um acordo para que o pagamento seja feito a partir da reserva de seguro de depósito.

Será feita uma alteração para determinar as regras relativas ao estabelecimento, funcionamento e supervisão da referida infraestrutura técnica nos bancos pelo Conselho do Fundo SDIF. Este regulamento entrará em vigor 3 meses após a sua publicação.

Os depósitos e fundos de participação não cobertos por seguro também são determinados por lei. Nesse contexto, depósitos e fundos de participação e demais contas pertencentes aos acionistas controladores ou acionistas qualificados da respectiva instituição de crédito, às pessoas jurídicas sob seu controle, à mãe, ao pai, ao cônjuge e aos filhos à guarda dos acionistas controladores reais; Presidente e membros do conselho de administração ou diretores da instituição de crédito relevante, gerente geral e gerentes gerais adjuntos, pessoas jurídicas e sociedades por eles controladas individual ou conjuntamente, depósitos e fundos de participação e outras contas pertencentes à mãe, pai, cônjuge e filhos sob custódia; Outros depósitos, fundos de participação e contas determinados pelo Conselho do Fundo, em consulta com o Órgão de Regulação e Supervisão Bancária (BDDK), não estarão sujeitos a seguro.

O número de vice-presidentes do TMSF Fund Board será aumentado de 2 para 3.

A distribuição de tarefas na estrutura administrativa do SDIF será alterada através da criação de novos gabinetes, a fim de cumprir eficazmente a crescente carga de trabalho e agilizar os processos, e o número de direcções será aumentado de acordo com as necessidades.

Mudanças serão feitas em relação à contratação de pessoal de apoio do SDIF.

O direito de exigir esses pagamentos feitos pela BRSA aos interessados, será reservado, tomando providências para que os membros do Conselho do Fundo SDIF e o pessoal do Fundo exijam os pagamentos feitos pelo Fundo dos interessados ​​devido às decisões, ações e transações relativas a seus deveres escritos na Lei Bancária.

Para além das atribuições atribuídas ao SDIF pela Lei Bancária, prevê-se regulamentação adicional para que também possam ser cobertos pelo orçamento do Fundo, se necessário, desde que sejam cobrados das partes relevantes posteriormente.

Com a lei, pretende-se tornar mais claros e compreensíveis os critérios de endividamento passado nas vendas de integridade comercial e económica efetuadas pelo SDIF, tendo em conta a normativa vigente e a jurisprudência judicial.

Os contratos de locação financeira serão incluídos no âmbito da integridade comercial e económica, sendo o valor correspondente ao preço da proposta pago antes da finalização da mesa de encomendas.

O prazo de impugnação à lista de classificação será de 15 dias a partir da publicação da lista de classificação no Diário Oficial.

Caso o saldo da liquidação permaneça após o cumprimento de todas as obrigações legais nos bancos, cuja liquidação seja realizada pelo SDIF, a distribuição desse valor aos acionistas é determinada pelos acionistas controladores e gerentes, membros do conselho de administração e conselho fiscal, o gerente geral e seus assistentes, e as pessoas jurídicas que são o acionista controlador. pessoas físicas, sociedades em que seus acionistas controladores de pessoas físicas e jurídicas sejam o acionista controlador, parentes consanguíneos e afins dessas pessoas físicas e terceiros que adquiram as ações dessas pessoas físicas por endosso, transferência ou cessão, e se tiverem ações direta ou indiretamente abaixo de 10 por cento do capital da sociedade Mesmo aqueles que possuem ações que dão o privilégio de determinar membros e controle ao conselho de administração, e aqueles que causam a falência deste banco, não poderão receber uma ação da distribuição.

Aqueles que forem condenados por serem punidos por serem membros ou afiliação ou afiliação a estruturas, formações ou grupos que sejam determinados a representar uma ameaça à segurança nacional ou organizações terroristas, e que tenham recebido uma decisão de confisco por esse motivo, também serão punidos não receber uma ação desta distribuição, e sua parcela será paga à Tesouraria.

Quota de liquidação para aqueles cuja investigação ou processo continua; Até a finalização da decisão sobre a ausência de acusação, absolvição, ausência de punição, indeferimento ou arquivamento do processo, ela não será paga e será mantida nas contas do Fundo.

Com a regulamentação feita na Lei do Imposto sobre as Sociedades, as instituições podem converter as suas moedas estrangeiras nos seus balanços de 31 de março de 2022 para liras turcas à taxa de conversão, no âmbito de apoiar a conversão para contas de depósito e participação em liras turcas até ao final de 2022, sendo que os activos em liras turcas assim obtidos serão convertidos em liras turcas com maturidade mínima de 3 meses. Os juros e as participações nos lucros e outros rendimentos no final do vencimento, incluindo os decorrentes da avaliação de final de período das referidas contas, estarão isentos de imposto sobre as sociedades. O Presidente estará autorizado a aplicar a isenção para moedas estrangeiras incluídas nos balanços de 30 de junho de 2022 ou 30 de setembro de 2022.

Devido ao fato de que a epidemia de Covid-19 foi observada na Turquia, aqueles em instituições penitenciárias abertas e condenados em instituições penais fechadas que tinham o direito de serem transferidos para penitenciárias abertas, condenados que foram condenados à execução por meio de liberdade condicional e condenados que beneficiado de liberdade condicional, 31 de julho Será considerado em licença até 2023.

Se a epidemia persistir, esse prazo poderá ser prorrogado em 19 vezes, não excedendo 2 meses de cada vez, pelo Ministério da Justiça mediante recomendação do Ministério da Saúde.


FONTE: AA

Yahya Gur
Haber7.com – Editor Noturno

Leave a Comment