Tempo de operação adicional da bolsa para 18 portas

TAHSIN AKCA

A Proposta de Lei de 8 itens sobre a Alteração de Certas Leis, preparada pelos deputados do Partido AK, foi submetida à Presidência da Grande Assembleia Nacional da Turquia.

Na proposta, foram incluídos regulamentos importantes, incluindo o aumento das penalidades para atividades que perturbem o mercado livre contra estocagem, estendendo os períodos de operação dos portos e aumentando a segurança do fornecimento de energia elétrica.

Período de operação de 18 portos estendido para 49 anos

Períodos de contrato inferiores a 49 anos assinados como resultado da privatização dos portos pertencentes à Turkish Maritime Enterprises Corporation e à Direção Geral dos Caminhos de Ferro do Estado da República da Turquia; Ele será estendido até 49 anos se o pedido for feito e todas as obrigações decorrentes do contrato forem cumpridas e as ações forem abandonadas. O preço do novo contrato será determinado por pelo menos duas instituições autorizadas a fazer avaliações de acordo com a Lei do Mercado de Capitais.

O referido regulamento diz respeito a 18 portos, 13 dos quais são empresas marítimas turcas e 5 dos quais fazem parte do corpo do TCDD.

Mersin Port, Iskenderun Port, Bandırma Port, Derince Port, Antalya Port, Galataport, Cesme Port, Trabzon Port, Tekirdag Port e Marmaris Port estão entre esses portos privatizados entre 1997 e 2013.

Para quem impede o acesso ao produto, o limite inferior da penalidade é de 2 vezes e o limite superior é de 4 vezes.

As sanções previstas na Lei de Regulação do Comércio a Retalho também estão a ser aumentadas. Nos últimos dias, foi afirmado que sanções dissuasivas seriam impostas aos armazenistas. Uma disposição a este respeito também está incluída na proposta. São aumentados os limites inferior e superior das multas administrativas aplicadas àqueles que impedem as atividades de produtores, fornecedores e empresas varejistas que perturbem o equilíbrio do mercado e a livre concorrência e impeçam o consumidor de chegar às mercadorias. O limite inferior da pena, que é de 50 mil liras, será aumentado para 100 mil liras, e o limite superior de 500 mil liras será aumentado para 2 milhões de liras. O regulamento entrará em vigor em 1 de janeiro de 2022.

Após a pandemia, saiu o regulamento.

Em caso de detecção de aumentos exorbitantes de preços e práticas de estocagem de fabricantes, fornecedores e empresas de varejo em momentos de emergência, desastre e flutuações econômicas e outras emergências, com o Regulamento do Conselho de Avaliação de Preços Injustos publicado no Diário Oficial de 28 de maio de 2020, quando o O desequilíbrio entre oferta e demanda surgiu durante o período de pandemia. Afirmou-se que os indivíduos e instituições que realizassem essas atividades seriam punidos.

Incentivo de preço de contribuição doméstica para investimentos em energia renovável

A proposta inclui também a promoção de equipamentos domésticos e outros produtos em investimentos em energias renováveis, a fim de aumentar a segurança do aprovisionamento energético. Assim, no âmbito da Lei de Utilização de Recursos Energéticos Renováveis ​​para Fins de Geração de Energia Elétrica, os aumentos de capacidade que entrarem em operação após 30 de junho de 2021 serão beneficiados pelo preço de contribuição nacional a partir da data de entrada em Operação.

Os preços a aplicar às instalações de produção com certificado RES que entrarão em funcionamento de 1 de julho de 2021 a 31 de dezembro de 2025 e os preços de aditivos domésticos serão determinados em períodos trimestrais, a partir de 1 de janeiro de 2021 e o primeiro em 1 de abril 2021, em janeiro, abril de cada ano. Foi decidido atualizá-lo de acordo com o método determinado em julho e outubro.

No entanto, foi determinado um preço-teto em centavos de dólar norte-americano/kWh para as atualizações a serem feitas.

Os preços teto foram determinados da seguinte forma:

  • 6,40 (US$ centavos/kWh) para instalações de geração hidrelétrica
  • 5,10 (US$ centavos/kWh) para usinas de geração eólica e solar
  • 8,60 (US$ centavos/kWh) para usinas de geração baseadas em energia geotérmica
  • 5,10 (centavos de USD/kWh) para recursos derivados de subprodutos resultantes do processamento de gás de aterro ou resíduos de pneus em instalações de produção à base de biomassa
  • 8,60 (USD centavos/kWh) para biometanização, 8 (USD centavos/kWh) para descarte térmico

Participação de mercado de autoprodutores dobrou para equilíbrio de oferta

Além disso, um novo regulamento foi publicado no Diário Oficial com o objetivo de aumentar a segurança do fornecimento de energia contra o desequilíbrio de recursos na produção de eletricidade.

Com a alteração feita no artigo 7º da Lei do Mercado de Eletricidade nº 6.446, foi aumentada para 40% a disposição de que os detentores de licenças de geração de energia autoprodutora podem vender no máximo 20% do valor da geração de eletricidade em um ano civil.

Devido ao fato de que a participação da hidroeletricidade no balanço de recursos elétricos ainda não atingiu um nível suficiente e os investimentos em energia renovável não estão sendo colocados em operação em pouco tempo, a participação de instalações autoprodutoras será aumentada e o balanço de oferta será tentar estabelecer-se.

Leave a Comment